Histórico da Cidade

Data de criação: 10/06/1907 Lei Estadual nº 844 Data Cívica (aniversário da cidade): 08/09 Exu foi povoado inicialmente pelos padres jesuítas, que instalaram um abrigo, onde permaneceram muitos anos. Segundo a tradição local, o nome Exu veio de uma corruptela do nome da tribo Ancu, pertencente à nação dos Cariris. Existe ainda uma versão local de que essa denominação foi dada pelos índios da mesma tribo, em virtude de existir naquele tempo grande quantidade de abelha de ferrão, denominada “inxu” ou “enxu”.

A vila foi criada com sede na povoação de Exu, pela lei provincial nº 150, de 31 de março de 1846.

Em 07 de junho de 1875 a câmara foi reinstalada.

Pela lei estadual nº 844, de 10 de junho de 1907 foi restaurado o município desmembrado de Granito. A reinstalação ocorreu em 07 de julho do mesmo ano. ORIGEM DO NOME EXU: Segundo o IBGE, há duas versões prováveis para o nome do município. A primeira é que seja uma corruptela de Ançu, uma tribo índigena que habitava o entorno. Outra, é que o nome tenha vindo da abelha enxu (inxu), muito comum na região à época. Há que se notar que dificilmente as origens do nome sejam no orixá homônimo, haja vista que à altura da fundação da vila, criada por colonos, apenas indígenas habitavam o local.

Filhos ilustres

  • Luiz Gonzaga

Luiz Gonzaga do Nascimento, mais conhecido como Luiz Gonzaga e o Rei do Baião (Exu, 13 de dezembro de 1912 – Recife, 2 de agosto de 1989) foi um importante compositor popular brasileiro.Foi uma das mais completas, importantes e inventivas figuras da música popular brasileira

  • Bárbara de Alencar

Bárbara Pereira de Alencar (Exu, 11 de fevereiro de 1760 — Fronteiras, 18 de agosto de 1832) foi uma revolucionária da Revolução Pernambucana de 1817 e da Confederação do Equador. Mãe de José Martiniano Pereira de Alencar, Tristão Gonçalves e Carlos José dos Santos também revolucionários.

  • Guálter Martiniano de Alencar Araripe

Guálter Martiniano de Alencar Araripe, primeiro e único barão de Exu (Exu, 18 de junho de 1822 — Exu, 22 de julho de 1889), foi um político brasileiro. Foi eleito por diversas vezes deputado provincial por Pernambuco, e era coronel da Guarda Nacional. Filho de Luís Pereira de Alencar e de Ana Pereira de Carvalho.Recebeu o baronato por decreto de 15 de novembro de 1888. O título faz referência à cidade pernambucana de Exu.

  • Odilon de Oliveira

Odilon de Oliveira (Exu, 26 de fevereiro de 19491 ) é um juiz federal brasileiro, famoso por atuar no combate ao crime organizado na região de fronteira com o Paraguai na cidade de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul.

  • Zezinho Barros

Zezinho Barros é um cantor brasileiro.1 Nascido em Pernambuco, com 18 anos foi para São Paulo com o objetivo de exercer a carreira artística.

Gravou seu primeiro álbum no ano de 1985, um compacto simples em estilo romântico. No ano de 1989, lançou seu segundo disco, onde se destacava a canção “Gosto de mel”. Sua carreira foi então impulsionada pelos radialistas Paulo Barbosa e Zé Lagoa